Ortopedia e Traumatologia da Criança e do Adolescente

AS ORIENTAÇÕES AQUI APRESENTADAS DESTINAM-SE AOS PACIENTES E SEUS FAMILIARES. FOI ESCRITA EM LINGUAGEM LEIGA,
EVITANDO-SE TERMOS TÉCNICOS. EMBORA NOSSA INTENÇÃO SEJA CONTRIBUIR COM INFORMAÇÕES GERAIS, ELAS NÃO SUBSTITUEM
AS ORIENTAÇÕES DADAS PELO SEU MÉDICO, QUE CONHECE OS DETALHES DO SEU PROBLEMA E PODERÁ, DE FATO, REALIZAR
ORIENTAÇÃO EFETIVA E PARTICULARIZADA.

Joelho recurvado

O joelho recurvado é aquele que ao invés de dobrar fica encurvado para trás e não dobra ou dobra muito pouco. Geralmente a criança se apresenta sentada antes do nascimento e com os membros inferiores dobrados sobre o tronco. O geno recurvato existe em vários graus, sendo que o mais grave é quando ocorre o completo desencaixe do joelho (luxação). A avaliação é clínica, por meio de radiografias e, às vezes de ultrassom. Se não houver luxação o tratamento é feito por meio de gessos que vão aos poucos dobrando o joelho e, depois de certo grau de correção é possível usar uma aparelho. O resultado do tratamento é bom, mas deve ser feito o mais cedo possível.
Se houver luxação do joelho, geralmente o tratamento mencionado não resolve e haverá necessidade de cirurgia.