Ortopedia e Traumatologia da Criança e do Adolescente

AS ORIENTAÇÕES AQUI APRESENTADAS DESTINAM-SE AOS PACIENTES E SEUS FAMILIARES. FOI ESCRITA EM LINGUAGEM LEIGA,
EVITANDO-SE TERMOS TÉCNICOS. EMBORA NOSSA INTENÇÃO SEJA CONTRIBUIR COM INFORMAÇÕES GERAIS, ELAS NÃO SUBSTITUEM
AS ORIENTAÇÕES DADAS PELO SEU MÉDICO, QUE CONHECE OS DETALHES DO SEU PROBLEMA E PODERÁ, DE FATO, REALIZAR
ORIENTAÇÃO EFETIVA E PARTICULARIZADA.

Desvios do joelho

Conforme o crescimento, algumas crianças apresentam os joelhos muito angulados para dentro (joelho valgo) ou arqueados para fora (joelho varo), mas, dependendo do grau, é normal. Até os seis meses de idade os joelhos são arqueados e vão se corrigindo à medida que a criança cresce. Geralmente, quando ela começa a andar, os joelhos já estão se encontrando e esta tendência aumenta até os 5-6 anos de idade. Depois, há normalização. Entretanto, algumas crianças tem os desvios muito acentuados e precisam ser avaliadas para ver se o caso é normal ou não. Isto é preciso porque há algumas doenças que se manifestam por desvios do joelho. Se a avaliação mostrar que a criança é normal, a melhor conduta é apenas observar. Não adianta fisioterapia, botas ortopédicas ou palmilhas.
Os casos alterados precisam ser investigados e o tratamento vai variar muito conforme a causa, a idade, etc.