Ortopedia e Traumatologia da Criança e do Adolescente

AS ORIENTAÇÕES AQUI APRESENTADAS DESTINAM-SE AOS PACIENTES E SEUS FAMILIARES. FOI ESCRITA EM LINGUAGEM LEIGA,
EVITANDO-SE TERMOS TÉCNICOS. EMBORA NOSSA INTENÇÃO SEJA CONTRIBUIR COM INFORMAÇÕES GERAIS, ELAS NÃO SUBSTITUEM
AS ORIENTAÇÕES DADAS PELO SEU MÉDICO, QUE CONHECE OS DETALHES DO SEU PROBLEMA E PODERÁ, DE FATO, REALIZAR
ORIENTAÇÃO EFETIVA E PARTICULARIZADA.

Postura pobre

Postura pobre é aquela que a criança assume quando se apresenta espontaneamente encurvada para frente, os ombros caem para frente, o abdômen fica saliente, e, muitas vezes os joelhos ficam curvados para trás. Os pais ficam muito preocupados, mas, muitas vezes, isso não é grave e acaba melhorando com o crescimento.
Geralmente, essas crianças tem o que se chama de frouxidão capsuloligamentar global ou flexibilidade exagerada (ver atrás). Isto significa que se ela for examinada encontra-se uma criança muito flexível, com excesso de movimentos em todas as articulações.
Em primeiro lugar, os pais não devem cobrar exageradamente da criança uma postura correta, pois, temporariamente ela pode se corrigir e assim que distrair, voltará com a mesma postura. O que se recomenda, principalmente para a criança maior, é sentar-se corretamente durante a aula, diante do computador, da televisão, etc.
Se a criança for muito sedentária, deve ser estimulada a praticar esporte e a ter atividades ao ar livre.