Setor de Afecções do Pé e Tornozelo do Adulto

AS ORIENTAÇÕES AQUI APRESENTADAS DESTINAM-SE AOS PACIENTES E SEUS FAMILIARES. FOI ESCRITA EM LINGUAGEM LEIGA,
EVITANDO-SE TERMOS TÉCNICOS. EMBORA NOSSA INTENÇÃO SEJA CONTRIBUIR COM INFORMAÇÕES GERAIS, ELAS NÃO SUBSTITUEM
AS ORIENTAÇÕES DADAS PELO SEU MÉDICO, QUE CONHECE OS DETALHES DO SEU PROBLEMA E PODERÁ, DE FATO, REALIZAR
ORIENTAÇÃO EFETIVA E PARTICULARIZADA.

Micose nas unhas (onicomicose)

É uma infecção na unha causada por fungos que afeta a unha de um ou mais dedos do pé. Pode ser adquirida no solo, sapatos, alicates e tesouras de unha contaminados. A umidade e o uso de sapatos fechados facilitam seu aparecimento.
O que se percebe é a unha que pode começar com alteração da cor, que aumenta e, depois, começa a alterar a textura tornando-a mais espessa, opaca, irregular e, às vezes, com o formato alterado. A lesão pode ser úmida ou seca e afetar a pele em volta da unha. Às vezes se contamina por bactérias e surge infecção aguda.
Pessoas com este tipo de problema devem procurar um dermatologista para confirmação do diagnóstico e, se indicado, coleta do material para identificar o tipo de fungo que está causando a infecção.
As micoses da unha podem ser infecções banais, mas, muitas vezes, principalmente nos casos antigos, são de difícil tratamento. Não adianta retirar a unha. A pessoa com micose da unha deve alertar a pedicure para tal problema para evitar passar a infecção para outras pessoas por meio da contaminação de mãos, tesouras, aparadores, etc.
No tratamento da micose as medidas de higiene são importantes. Evitar água, enxugar bem o pé após o banho, usar sapatos ventilados.
O tratamento medicamentoso pode ser feito com substâncias aplicadas na própria unha ou também tomado pela boca. Geralmente é prolongado e deve ser orientado pelo especialista.