Setor de Afecções do Pé e Tornozelo do Adulto

AS ORIENTAÇÕES AQUI APRESENTADAS DESTINAM-SE AOS PACIENTES E SEUS FAMILIARES. FOI ESCRITA EM LINGUAGEM LEIGA,
EVITANDO-SE TERMOS TÉCNICOS. EMBORA NOSSA INTENÇÃO SEJA CONTRIBUIR COM INFORMAÇÕES GERAIS, ELAS NÃO SUBSTITUEM
AS ORIENTAÇÕES DADAS PELO SEU MÉDICO, QUE CONHECE OS DETALHES DO SEU PROBLEMA E PODERÁ, DE FATO, REALIZAR
ORIENTAÇÃO EFETIVA E PARTICULARIZADA.

Neuroma de Morton

Esta alteração, embora não seja grave, é bastante comum e causa intensa dor, na maioria dos casos. É mais frequente na mulher, devido ao uso de sapatos de salto alto e bico fino.
Apesar do nome, o neuroma não é um tumor, mas um espessamento dos nervos que vão para os dedos dos pés, causado principalmente pelo atrito do nervo contra os ossos e ligamentos, forçado pelo sapato.
O sintoma típico é de uma dor incomodativa, às vezes acompanhada de sensação de queimação, formigamento ou adormecimento, localizado na extremidade do pé, afetando dois ou três dedos. A dor surge durante o dia, principalmente com o uso de sapato de salto alto e estreito na ponta, vai aumentando, muitas vezes torna-se insuportável e só melhora com a retirada do sapato. Ela não surge quando a pessoa anda descalça.
Um exame mais detalhado mostra que, com frequência, um ou mais dedos são adormecidos. O neuroma pode afetar qualquer dos dedos menores, mas é mais frequente no terceiro e quarto dedos.
Com a consulta o médico geralmente pede uma radiografia do pé para uma melhor avaliação, mas o neuroma não aparece nos raios-x. O exame que o mostra bem é o ultrassom. Geralmente, não há necessidade de exames mais sofisticados e caros como a ressonância magnética.
O tratamento no neuroma de Morton, se muito no início e que não mostra alterações importantes no exame de ultrassom, pode ser feito com palmilhas, injeção de medicamentos no local onde ele está e uso de sapatos adequados. Entretanto, quando a pessoa vem consultar, geralmente já se passaram meses e até anos e o nervo está muito engrossado e incapaz de recuperar seu formato original. Neste caso, o ultrassom mostra bem a lesão e o tratamento será a retirada do neuroma por uma pequena cirurgia que pode ser feita pela planta do pé ou pelo seu dorso, dependendo da preferência do cirurgião. É muito importante que todo o neuroma seja retirado, pois, caso contrário, ele voltará.
Após a cirurgia a pessoa fica com diminuição da sensibilidade entre os dedos que tinham o neuroma, mas nem se dá conta disso, pois o alívio é muito grande e o desaparecimento da dor é completo.