Setor de Afecções do Pé e Tornozelo do Adulto

AS ORIENTAÇÕES AQUI APRESENTADAS DESTINAM-SE AOS PACIENTES E SEUS FAMILIARES. FOI ESCRITA EM LINGUAGEM LEIGA,
EVITANDO-SE TERMOS TÉCNICOS. EMBORA NOSSA INTENÇÃO SEJA CONTRIBUIR COM INFORMAÇÕES GERAIS, ELAS NÃO SUBSTITUEM
AS ORIENTAÇÕES DADAS PELO SEU MÉDICO, QUE CONHECE OS DETALHES DO SEU PROBLEMA E PODERÁ, DE FATO, REALIZAR
ORIENTAÇÃO EFETIVA E PARTICULARIZADA.

Hálux Valgo (Joanete)

A joanete consiste em uma saliência que se forma na base do dedo do pé e, geralmente é acompanhada pelo desvio do hálux na direção dos outros dedos e, por esta razão, é chamada Hálux Valgo.
O hálux valgo é uma condição familiar que afeta principalmente as mulheres. Geralmente, a herança familiar predispõe ao hálux valgo, mas o que o desencadeia é o uso de sapatos de salto alto e bico estreito que empurra o hálux e atrita na saliência. Também, por esta razão, o problema tende a aumentar e agravar, com piora da dor e da deformidade. A dor surge na saliência onde o sapato aperta e piora com o tempo.
O hálux valgo altera o apoio do pé e isto faz com que o peso do corpo seja transferido para os outros dedos o que provoca, ao longo dos anos, outras alterações, principalmente do segundo dedo, levando a calosidades dolorosas e deformações nas unhas. Também, é frequente a dor na planta da planta do pé e o desenvolvimento de calosidade nesse local. A pessoa com hálux valgo, para conseguir alívio, começa mudando o tipo de sapato com que se sente melhor, mas com o tempo há grande limitação e só conseguirá usar chinelas ou sandálias abertas.
Há outras causas menos frequentes de hálux valgo, como algumas doenças neurológicas e reumáticas.
A avaliação de uma joanete deve ser feita por um ortopedista familiarizado com o problema que pedirá uma radiografia para a análise mais aprofundada de cada caso.
O tratamento definitivo é a cirurgia e outros métodos como espaçadores de dedos, fisioterapia, tratamento das deformidades, etc são apenas paliativos e não resolvem o problema. A adolescente com predisposição familiar deve ser orientada quanto ao tipo correto de calçado a ser usado, evitando saltos altos e bico fino.
São vários os tipos de cirurgias para o tratamento do hálux valgo e a escolha dependerá da análise de cada caso e da experiência do médico. Geralmente, a preferência é por técnicas cirúrgicas que permitem que a pessoa ande precocemente, evitando-se uso de gesso.